Scrap-lit


28/04/15 - Álbum Leitura Mágica 2015
  
     
ABRIL

A leitura de abril foi excelente. Principalmente porque me mostrou uma das maiores vantagens de  participar de um clube de leitura, que é o desafio de aprender a ler todos os gêneros, sem preconceito.

 
ROMANCE DE ÉPOCA      
 
        O duque e eu 
        Os Bridgertons - 1        
        Julia Quinn
        Arqueiro






Papéis Kaise Craft "Miss Empire Collection" e "Hidden Treasures Collection". Palavra "Romance" Kit Momento Divertido. Alfabeto Jilibean. Distress Ink Spiced Marmalade.  

Sinopse

Simon Basset, conde de Hastings, tinha jurado jamais se casar, muito menos ter filhos, mas depois de conhecer Daphne Briedgerton não seria tão fácil manter a promessa. Daphne era a quarta filha de oito irmãos: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth. Os nomes dos Bridgertons obedeciam a ordem alfabética não por acaso. Na visão da viscondessa essa organização ajudava a mantê-los na linha. Tirando os olhos, a cor e o volume dos cabelos, bem como a estrutura óssea  de todos eram idênticas. Uma família alegre e amorosa, muito diferente da experiência de Simon. Sua mãe após engravidar várias vezes sem sucesso, morreu ao lhe dar a luz. A euforia do pai em ter finalmente conseguido um herdeiro passou assim que percebeu que o menino tinha dificuldade para falar. Simon cresceu como conde de Clyvedon e foi criado com todo carinho por uma ama. Nunca mais viu o pai, mandou-lhe dezenas de cartas durante a infância, mas foi totalmente ignorado.  A rejeição lhe serviu de combustível para o sucesso, o que finalmente fez com que seu pai se arrependesse. Porém era tarde demais. Agora era Simon que não queria saber dele. Quando o pai faleceu, Simon foi morar em Londres e tornou-se conde de Hastings. Foi quando conheceu Daphne, irmã de seu melhor amigo, Anthony. Embora respeitasse o código de ética entre amigos, Simon foi hipnotizado pelos grandes olhos e os modos da moça, de uma naturalidade e maturidade maior, pela convivência com os irmãos mais velhos. Após assumirem um falso compromisso, a fim de  manter Simon longe das garras das mães casamenteiras da sociedade londrinense e de ajudar Daphne a conseguir um pretendente melhor, uma vez que atraíra o interesse de um conde, os dois vão sentir uma paixão avassaladora, que colocará em risco a reputação da moça e o juramento do rapaz. Entre acertos e desacertos, Daphne e Simon vão descobrir o verdadeiro amor.


Minhas impressões

Uma encantadora história de amor, com uma leve pitada de erotismo em alguns momentos. Traz todos os elementos de um romance de época: alegria, tristeza,  preconceito, amor, ódio,  disputa, tudo isso regado a festas, costumes e regras da sociedade, muito bem descritos neste livro. O estilo da autora é leve e envolvente. Ela conduz o leitor pelas páginas, que não quer deixar de ler um capítulo após o outro e quando vê se depara com o final. Foi o que aconteceu comigo. Li este livro em apenas dois dias. Isso porque muito a contragosto fui derrubada pelo sono no meio da leitura.




FICÇÃO CIENTÍFICA

      REVIVENTE “Replay”
     Ken Grimwood
     Editora Gutenberg





Papéis Nirvana "Family Collection". Relógio madeira Zarza Laser. Stamps Prima Mkt e Tim Holtz Collection. Rubb-ons Tim Holtz. Alfabeto Prima Mkt.  Distress Ink Scattered Straw.


Sinopse

Em 18 de outubro de 1988, 1:06PM, Jeff Winston morreu, aos cinquenta anos, na sua sala da WFYI, a emissora de rádio onde trabalhava, de um ataque cardíaco, falando ao telefone com a esposa, Linda, . Ela falou: nós precisamos...e sua voz foi ficando cada vez mais longínqua, até sumir totalmente. Porém, não era o fim. Como voltar o ponteiros de um relógio, Jeff voltou no tempo 25 anos atrás, quando ele tinha 18 anos. De repente estava de novo em 1963, no campus da faculdade, com seu colega de quarto, Martin, indo encontrar a namorada Judy. Era a mesma vida, mas ele não era o mesmo. Pois tinha consciência do que tinha vivido antes. Depois de passar o choque, Jeff pensa que o conhecimento adquirido na outra vida poderia vir a ajudá-lo a se dar melhor desta vez e resolve apostar para ganhar algum dinheiro. Para não chamar a atenção, por ser  muito jovem, sela uma parceria com o veterano da faculdade, Frank Maddock. Jeff entraria com o palpite, baseado nas suas lembranças, e Frank, sem saber de onde vinha o palpite do amigo, faria a aposta, sendo a divisão entre eles, caso vencessem, de 70% e 30% respectivamente. Primeiro eles apostaram nos cavalos e ganharam duas vezes consecutivas, rendendo uma boa grana, 137 mil dólares. Empolgado, Jeff resolve apostar em outro azarão, agora do beisebol, os Dodgers, que estava pagando 100 por 1. Desta vez, Frank propôs que fosse 50% a 50% e juntos ganharam 12 milhões de dólares. Jovens e muito ricos eles abrem uma empresa, a Future Inc. E Jeff continua a direcionar a carteira de investimentos de acordo com sua memória, aumentando seu patrimônio cada vez mais. Desta forma, Jeff já tinha mudado seu destino, mas não totalmente, porque exatamente no mesmo dia, com a mesma idade, Jeff morreu novamente. E assim sucessivamente. Na sua segunda vida ficou milionário, casou-se com Diane e foi pai, vivendo uma forma de amor tão intensa e verdadeira que nem era capaz de imaginar, pois não tinha tido filhos com Linda, na sua primeira vida de que tinha lembrança. Em outra vida cruzou com Linda, mas ela nem quis saber dele. Em mais uma vida resolveu levar adiante a relação com Judy, sua namorada da faculdade, e tentando evitar a dor que viveu quando deixou a filha ao morrer, experimentou a paternidade por adoção. Em mais uma vida foi um libertino e teve muitas mulheres, usou todo tipo e droga e se entregou a perdição. Depois encontrou Pamela, outra revivente. Afinal, aquilo tudo que ele vivia  repetidamente era realidade ou ficção? Por mais ele revivesse de diferentes formas e tentasse prevenir de chegar o dia da sua morte, isso era impossível. Será que ele tinha mesmo morrido todas aquelas vezes? Ou melhor, vivido. De repente a certeza da incerteza lhe pareceu um bálsamo para toda aquela ansiedade. O mais importante é que ele sempre poderia escolher como viver, pois as possibilidades eram infinitas.  


Minhas impressões

Muito bom mesmo.  Um livro que me fez pensar. Pensar sobre a minha vida e de que outras formas eu poderia tê-la vivido até agora. Se minhas escolhas tivessem sido outra, eu seria a mesma pessoa? Apesar das diferenças quanto de mim ainda seria inteiro? Uma leitura poderosa, que mexe com nossos sentimentos mais profundos e que ao mesmo tempo que invade nossa mente de perguntas e incertezas, traz respostas. Talvez não absolutas, mas capazes de confrontar nossa noção de tempo e de vida, nos fazendo entender que nossa visão é de apenas uma parte do todo.








28/03/15 - Álbum Leitura Mágica 2015
  
     Março foi um mês bem interessante. Os gêneros Sick-lit e Distopia acabaram sendo surpreendentemente bons. 


MARÇO


SICK-LIT

       A culpa é das estrelas
        John Green
        Intrinseca






Papeis Best Creation Inc. "Space Age". Canson Azul. Stickers BoBunny. Carimbo Stampendous. Adesivo Strass Toke & Crie. Stazon Jet Black. 

Sinopse

Hazel Grace tem dezesseis anos e ao contrário da maioria das adolescentes não está no auge da vida. Ela é paciente terminal de câncer. Primeiro na tireoide, depois nos pulmões, o que faz com que precise respirar com ajuda de um cilindro de oxigênio. Uma nova droga pesquisada, sem muito sucesso com 80% dos pacientes, deu certo para Hazel e ela ganhou fôlego para viver mais uns anos. Hazel frequenta um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer, mais por imposição da mãe do que por vontade própria. Quando já está chegando ao seu limite e jura que esta seria a última reunião que participaria, Hazel conhece August Waters, que foi levado por Isaac, o único do grupo pelo qual Hazel sente empatia. Assim que botou os olhos em August, Hazel sentiu algo diferente. Seu jeito, seu sorriso, a forma com que a olhava, aquele garoto mexia com ela como nunca antes alguém tinha mexido. A partir daquele dia Hazel e August passaram a conviver intensamente, quase como adolescentes normais. August tinha tido câncer, amputado uma perna, mas no momento estava limpo. Ele gostava de videogame. Ela de ler. Seu livro favorito, Uma aflição imperial, de Peter Van Houten, apresentava o texto inacabado, dando a ideia de que a menina com câncer, protagonista da história, morreu. Isso intrigava Hazel, que sempre quis saber o que aconteceu depois com os outros personagens. Por conta disso, Hazel escreveu inúmeras cartas para o autor, que morava na Holanda, sem nunca obter resposta. Após ler o livro, August compartilha da mesma curiosidade e tem mais sucesso que Hazel, ao fazer contato com a assistente de Peter, o que acaba por leva-los à Holanda, o lugar onde Hazel e Gus vão finalmente viver seu amor, mas a dura realidade desse tipo de doença vai pegá-los de surpresa. 


Minhas impressões

Um livro que fala de tristeza sem ser exatamente triste. O texto flui naturalmente, apesar da referência à doença, fazendo com que a gente sinta as emoções e dores de  Hazel e August quase de  forma real. Adorei o estilo do autor, John Green. Adorei os personagens. Adorei a história.    





DISTOPIA

       Trilogia A Seleção
       Kiera Cass
       Seguinte

          

Papeis: BoBunny "The Avenues"; Webster´s Pages "Your Life. Beautiful."; Prima Mkt. "Pastiche Collection".  Chipboard Prima Mkt. Doll Stamps "Julie Nutting" Prima. Mapa: Glitz-Paper Layers. Alfabeto: Webster´s "Story Tellers". Prima Masks. Rubons Bobunny. Glimmer Screens. Fanciful Stencils-tattered Angels Inc. Stamp: Prima e Tim Holtz. Distress Ink scattered straw e tattered rose. Stazon timber brown e teal blue. Pearls. 



Sinopse
     
     Em uma época que não se sabe exatamente qual é, aparentemente o futuro, A Seleção acontece em Illéa, um país governado pela monarquia e organizado por um arcaico sistema de castas.  Ao todo são 8 castas, das quais 36 garotas são selecionadas para participar da Seleção, que consiste na escolha de uma esposa para o príncipe Maxon Scheavre, único herdeiro do trono. America Singer, uma garota que pertence à casta Cinco, faz parte do processo. Quando recebe a carta-convite para participar é coagida pela mãe a aceitar, mas seu sonho nunca foi ser princesa. Seu coração pertence a Aspen, com quem namora escondido,pois ele é um Sete e as castas não devem se misturar. Se ficar com Aspen será rebaixada a uma condição muito pior. Ciente disso, Aspen também incentiva America a se inscrever. Quando seu nome é anunciado pela televisão entre as 36 garotas selecionadas, America nem acredita e também não é capaz de imaginar o quanto sua vida vai mudar dali pra frente. Como um conto de fadas, de repente America tem 3 criadas, uma suíte e um guarda-roupa incrível. No entanto continua atormentada pela falta de Aspen, que terminou o relacionamento antes dela partir para o palácio.  Além disso, o príncipe Maxon mostra-se uma pessoa super agradável e extremamente atraente, muito diferente do que imaginava e America começa a nutrir algum sentimento por Maxon. Pra completar, ela reencontra Aspen, que torna-se soldado no palácio, deixando America mais confusa e dividida ainda. As sextas-feiras acontece uma transmissão televisiva, em rede nacional, para que o pública conheça o perfil de cada candidata. No final, apenas 6 garotas continuam no processo, vindo compor A Elite (Livro 2).
     America se sente totalmente dividida entre Aspen e Maxon. Entre a vida com um e com outro. Por fazer parte da Seleção ela tinha se tornado uma Três e poderia vir a ser uma Um, mas será que era isso mesmo que queria? Maxon sabia da sua história com Aspen, mas não faz ideia de que ele estava ali tão próximo. A rainha Amberley agora ficava mais tempo com as garotas a fim de conhecê-las melhor. Das outras cinco selecionadas, Marlee, de quem America se tornou amiga, tem a preferência do público, mas acaba sendo eliminada da maneira mais dramática possível quando é flagrada no envolvimento amoroso com um guarda do palácio. Ambos são açoitados em praça pública deixar de pensar que poderia ser ela no lugar de Marlee. Em rede nacional, ela suplica pela amiga, desagradando o rei Clarkson. Por outro lado, não perdoa Maxon por permitir tal barbaridade, o que faz com que se aproxime novamente de Aspen. Mais tarde vai descobrir que, na verdade, Maxon salvou as vidas deles e ainda ajudou os dois a se casarem. America, então, se sente uma tola por intervalo de tempo, o príncipe passou a conhecer melhor as outras garotas. A essa altura, diante de vários comportamentos inadequados, culminando com a apresentação em rede nacional de um projeto para eliminar as castas, o rei fica furioso e exige a saída de America da Elite. Pela primeira vez Maxon enfrenta o pai e não permite. Com isso, America continua no processo. Só que agora será decisivo, pois finalmente Maxon terá que fazer A Escolha (Livro 3).
     Entre festas  e constantes ataques de rebeldes nortistas e sulistas ao palácio, a seleção continua. Agora mais acirrada ainda. A disputa está entre Elise, que tem a vantagem de sua família pertencer à Nova Ásia, o que traz vantagens políticas para o reino. Celeste, uma fútil e prepotente Dois, que desde o começo bateu de frente com America. Kriss, que sem dúvida era a que mais tinha porte de princesa, além de gostar sinceramente o principe. E America, que finalmente percebe o quanto ama Maxon. Porém, o rei continuava irredutível em relação a ela. Suas atitudes eram totalmente repreendidas por ele. Até Maxon sentia certa insegurança em relação ao seu comportamento imprevisível. Será que ela seria a escolhida e viveria feliz para sempre com seu príncipe encantado? É isso que A Escolha vai mostrar, se o conto de fadas se torna realidade ou não.


Minhas impressões

A Trilogia A Seleção é uma espécie de realidade ficcional. Com uma linguagem atual, que mistura elementos da história antiga e contemporânea, retrata um cenário às avessas. Os Estados Unidos foram invadidos no começo da Terceira Guerra Mundial por não terem conseguido pagar sua exorbitante dívida com a China, que após ocupar o território americano instalou ali o Estado Americano da China, usando os americanos como força de trabalho. Um dia, os americanos se rebeleram não apenas contra a China, mas também  contra os russos, que tentavam roubar a mão de obra conquistada pelos chineses. Os EUA juntaram-se ao Canadá, ao México e outros países latinos para formar um único país. Essa foi a Quarta Guerra Mundial. Todo o processo de A Seleção é muito similar a um reality show, como aqueles para escolher uma noiva, mas não deixa de ser um conto de fadas, que conta a história da garota pobre e improvável de se tornar princesa que ganha o coração do príncipe. A eterna adolescente dentro de mim gostou bastante. 
Sinopse
    



 28/02/15 - Álbum Leitura Mágica 2015
  
     Não aguentei esperar o kit da Momento Divertido chegar e resolvi começar o projeto com este álbum da Prima Mkt., que tinha guardado e já vem com a lombada em tecido, super bonito. 
CAPA

CONTRA-CAPA

LOMBADA

PRIMEIRA PÁGINA


Na capa, contra-capa, lombada e primeira página usei os Papeis da Cosmo Cricket, coleção Smart Book e da Toke & Crie, Classic Manuscrito. Mais chipboards da Momento Divertido; diversos alfabetos; carimbos Tim Holtz e Prima Mkt; Distress Ink vintage photo, tea dye e old paper.  


MIOLO






     Para apresentar os temas e minha lista de livros usei como base este papel belíssimo de livros antigos da Kaiser Craft, Art of Life Collection. O chipboard de óculos do kit da Momento, que achei uma graça, e outros chipboards da Prima Mkt. Também usei o carimbo casinha de abelha do Tim Holtz, pra compor com o design do papel da capa. Mais Distress Ink old paper e tea dye. 
    
    Os temas foram marcados com o Dymo Caption Maker e os títulos escritos a mão. Para finalizar anexei este lindo marcador de livros "So many books, so little time", feito pela amiga querida Ana Lu Hofmann. 



A página Sinopses & Projetos continua na mesma linha. Chipboards Prima Mkt. Alfabetos Kaiser Craft  e carimbos Tim Holtz e Prima Mkt. 

Agora vamos ver as páginas dos livros dos meses de janeiro e fevereiro.



JANEIRO 


LIVRO DO AMIGO SECRETO DE NATAL


     
    O presente do meu grande amor 
     Organização Stephanie Perkins
     Intrinseca

Papeis WeR, coleção Christmas Dreamy

Sinopse 
Doze histórias de Natal escritas por autores contemporâneos. Um delicioso livro de contos e encantos, que reúne fantasia e realidade de forma envolvente e divertida, ao mesmo tempo que mexe com nossa sensibilidade. 
Minhas impressões 
Ganhei este livro da querida amiga Ana Lu Hofmann, na troquinha de Natal do Clube das Capivaras Scrapbook&Fun. É o livro perfeito para ler na época do Natal. Sua leitura é para ser compartilhada. Por isso, quero reler a cada Natal e deixar à vista para toda a família ter a oportunidade de ler também. Recomendo com todas as estrelinhas.   


NEW ADULT

         Anna e o beijo francês

        Stephanie Perkins
        Novo Conceito
Papeis Oktober Afternoon, Boarding Pass: Paris; objetos: recortes dos papeis Kaiser Craft, Checking Pass. Carinbos Studio Calico, Travel Journey e Technique Tuesday, Bon Voyage. Chipboard Terre Eiffel. 


Sinopse

Anna Oliphant está prestes a completar 18 anos e seu pai decide enviá-la para estudar um ano em Paris. Segundo ele, viver em outro país era uma boa experiência e uma lembrança que Anna guardaria para sempre. Porém para Anna era o fim do mundo., pois ficaria longe de sua melhor amiga, Bridge e de Toph, um colega de trabalho no multiplex, pelo qual ela se derrete toda. Apesar dos mil argumentos para não ir, seu pai não cedeu em nada e Anna teve que acabar aceitando a ideia, mas agora que estava em Paris, sozinha e desesperada, se sentindo um peixe fora d’água, está convencida que deveria ter lutado mais para ficar em Atlanta. O ambiente da escola não ajuda em nada. É intimidante e impressionante ao mesmo tempo. Só depois de se aproximar de Meredith, Josh e Rashimi é que Anna começa a se sentir menos estranha. E seu futuro próximo promete ser bem diferente, principalmente depois de conhecer Étienne St, Claire, integrante do grupo dos seus novos amigos e o garoto mais bonito da escola. Ele é francês e mora com o pai em Paris, mas sua mãe é americana e depois da separação voltou a viver na Califórnia. Anna e Étienne constroem uma amizade sincera. Na medida que o tempo passa e a convivência se estreita, o sentimento cresce e Anna se apaixona. O problema é que Étienne tem namorada. Será que Étienne sente o mesmo que ela e vai desistir da namorada francesa? Vale a pena viver um relacionamento com prazo de validade? Após quase um ano de experiências incríveis, Anna se vê num dilema. Voltar para casa não parece mais a melhor opção. Dói só de pensar ficar longe de Étienne. Ainda mais depois daquele beijo. Faltando três semanas para ir embora, Anna e Étienne finalmente se declaram, no topo da torre da Notre Dame, com a cidade mais romântica do mundo a seus pés.


Minhas impressões

Os personagens cativantes, a ternura da história e o cenário da cidade luz, fazem do primeiro livro de Stephanie Perkins, que se tronou uma autora de sucesso, um delicioso romance água com açúcar. A escrita é leve, mas ao mesmo tempo sólida, profunda, na medida em que trata de sentimentos como dúvida, medo, insegurança, ciúme, com os quais mocinhas de todas as idades se identificam. É uma oportunidade imperdível de reviver a emoção do primeiro amor



FEVEREIRO 



CLÁSSICO DA LITERATURA BRASILEIRA


     Um certo Capitão Rodrigo
     Erico Verissimo
     Compainha das Letras


Papeis Oktober Afternoon, Paid in Full e Kaiser Craft, Just Believe Collection. 


Sinopse

A pacata Santa Fé nunca mais foi a mesma depois da chegada do capitão Rodrigo Cambará. Homem de personalidade única, irreverente, alegre. Para ele não existia meio termo, era 8 ou 80 como costumava dizer. Do mesmo modo, as pessoas se sentiam em relação a ele, poderiam amá-lo ou odiá-lo na mesma intensidade. Homem do mundo, sem parada, seu coração é fisgado pela tímida Bibiana Terra, o que leva o capitão a querer fincar raízes para se casar com a moça. O problema era que Bento Amaral, filho do coronel Ricardo Amaral que mandava na cidade, tinha a mesma intenção. Porém, desde a primeira vez que viu o capitão Bibiana sabia que queria ser dele. No cenário da Revolução Farroupilha essa história de amor, conflitos e disputa se desenrola.


Minhas impressões

Verissimo é Verissimo. Seu texto é maravilhoso. O modo como ele descreve as cenas faz com que a gente se sinta no local, como se convivesse com os personagens e compartilhasse seu modo de vida, sentimentos e aflições. Verissimo dá uma verdadeira aula de história, na medida em que apresenta o Brasil da época (1815-45), marcado por acontecimentos historicamente importantes. Este romance imperdível é parte integrante da saga O Tempo e o Vento. 




FANTASIA



       Rainha de Copas
     Colleen Oakes
     Universo dos Livros
Retalhos de papeis, mini baralho, toalhinha de papel, Rainha de Copas papeis Graphic 45, coroa de metal. 



Sinopse



O País das Maravilhas, de Lewis Carroll, é recriado por Colleen Oakes. Contra o paradigma dos finais felizes dos contos de fadas, Dinah, a Princesa de Copas, está longe de viver feliz para sempre, ao lado do seu melhor amigo de infância e grande amor, Wardley.  Quando está prestes a se tornar rainha enfrenta algumas desilusões e desafios para sobreviver ao descobrir que seu pai, o Rei de Copas, é um crápula mentiroso e que seu país tem mais horrores do que maravilhas. Dinah não condiz em nada com a imagem desse tipo de personagem. Não é bela nem delicada como se espera que uma princesa seja. Longe de ser o estereótipo da docilidade e perfeição, ao saber de Vittiore, a filha bastarda do seu pai,  o sentimento de rejeição do pai aumenta e Dinah é tomada pela inveja e insegurança. O carinho e a ternura afloram quando está ao lado do seu irmão Charles, o Chapeleiro Maluco, que vive permanentemente entre a debilidade e a genialidade ao criar para a futura coroação de Dinah uma coroa, que é uma verdadeira obra de arte. Dinah só se sente segura e amada quando está ao lado de Harris, seu tutor, e Emily, sua ama, que desde a morte de Davianna,  sua mãe, são os que cuidam dela e lhe dão carinho. Um exército de Cartas de Copas, Espadas e Paus somam-se a elementos como as Torres Negras, a Floresta Retorcida e a Teia de Ferro que enriquecem a fantasia. 





Minhas impressões



O livro chamou minha atenção por fazer uma releitura do País das Maravilhas e de personagens como o Gato de Cheshire, o Coelho Branco e o Chapeleiro Maluco.  Porém, a narrativa arrastada da primeira parte não me fisgou de cara. Achei até um pouco entediante. Da metade para o fim, quando apresenta uma sequência de eventos de mistério e traição, a leitura prende um pouco mais. Na verdade, quem se sente traído é o leitor, pois quando finalmente o livro começa a se tornar interessante, ele termina. Embora este seja um recurso utilizado na literatura em série, o sentimento que fica é de que a história ainda estava sendo construída. Na minha opinião, a autora deveria ter desenvolvido mais antes de finalizar.





Missão cumprida! Desejo uma boa leitura em março pra todas nós. 










31/01/15 - Lançamento Scrap-lit



     Desde o ano passado eu estava ensaiando fazer parte deste grupo, mas algumas de vocês sabem que por motivo de força maior acabei dando um tempo em tudo. Só não deixei de ler, pois a leitura pra mim é o alimento d'alma. 

      Filha de mãe devoradora de livros, desde sempre eu carrego um livro comigo. Um só não. Na verdade uma pilha. Verdade, porque não consigo ler um livro por vez. Geralmente intercalo a leitura entre dois ou três gêneros e mais algum livro que me interesse profissionalmente. Com isso aprendi a nunca rejeitar um livro (bom ou não tão bom, porque não existe livro ruim, a gente é que pode não estar aberta para receber a mensagem do autor) e respeitar todos os gêneros. Claro, que a gente sempre tem os preferidos. No meu caso é romance de época. Sou Jane Austin de carteirinha. Suspense romântico, pela trama envolvente e chic-lit, porque adoro o diálogo que a autora propõe, criando um clima de intimidade entre amigas. Deu pra perceber que o romance está em tudo. É que eu sou o tipo cinderela. Este era o apelido que minhas melhores amigas me deram na adolescência, pois não lembro de um dia sequer desta fase que eu não estivesse apaixonada ou sofrendo por amor. 

      Agora poder dividir sentimentos e impressões sobre os livros com este grupo será como a cereja do bolo. É o ingrediente que faltava para tornar minha leitura ainda mais prazerosa, instigante. Obrigada Ana Lu Hofmann pelo convite e todas vocês por me receberem. Assim que chegar meu kit da Momento Divertido farei as postagens do álbum e das páginas duplas dos livros de janeiro. A lição de casa foi feita, já fiz a leitura, só faltam os projetos.   

    
      Abaixo coloco a minha lista de acordo com os gêneros definidos mês a mês. Prometo tentar me manter fiel o máximo possível, mas não garanto, pois como toda boa libriana, talvez eu acabe trocando alguns títulos na hora.


JANEIRO

Livro do amigo secreto de Natal
O presente do meu grande amor - Doze histórias de Natal
  Organização Stephanie Perkins

New adult
Anna e o beijo francês
  Stephanie Perkins 



FEVEREIRO

Clássico da literatura brasileira
Um certo capitão Rodrigo
  Erico Verissimo 

Fantasia
Rainha de Copas
  Colleen Oakes



MARÇO

Sick-lit
A culpa é das estrelas
John Green 

Distopia
A seleção
Kiera Cass



ABRIL

Romance de época
As sete irmãs
  Lucinda Riley

Ficção científica
A passagem
Justin Cronin



MAIO

Autor com nome com a mesma letra que o seu
Aconteceu em Paris
  Molly Hopkins

Livro com mais de 400 páginas
O retrato
  Charlie Lovett



JUNHO

Lad-lit
Charlotte Street
  Danny Walace  

Romance policial
Cerimônia mortal
Nora Roberts escrevendo como J.D.Robb



JULHO

Clássico da literatura mundial
Jane Eyre
Charlotte Bronté

Romance de banca
Sex in the city
Candance Bushnell



AGOSTO

Mom-lit
O caminho para casa
  Kristin Hannah

Chic-lit
Bridget Jones - Louca pelo garoto
  Helen Fielding



SETEMBRO

Autor brasileiro
A paz guerreira - O caminho das dezesseis pétalas
  Talau Hussein (paranaense)

Livro que virou filme
Simplesmente acontece
  Cecelia Ahern



OUTUBRO

Comédia
O homem perfeito
Vanessa Bosso

Livro de capa feia
O incêndio de Tróia
  Marion Zimmer Bradley



NOVEMBRO

Wedding-lit
Casório?
Marian Keys

Suspense romântico
Se eu morrer antes de você
Allison Brennan



DEZEMBRO

Livro ilustrado
Almanaque anos 70
Ana Maria Bahiana

Livro para ler em um dia
Uma chance para recomeçar
Lisa Kleypas




Quero agradecer as dicas de títulos encontradas no Recanto da Mi. Elas foram valiosas para fechar a minha lista. 





                                 


13 comentários:

Schaiane J. N. da Silva disse...

Márcia bem vinda ao projeto, adorei essa sua apresentação onde diz que " a leitura é o alimento d'alma ", concordo. Sobre o projeto, Distopia e Suspense romântico eu escolhi os mesmo que tu, gostei bastante da sua lista...
Boas leituras e estou ansiosa pra ver seu álbum, bjus.

Adliz Jamile disse...

Márcia, que bom que vc chegou, rs!!! Seja mais que bem vinda!!! Adorei a sua listinha e tô louca para ver e ler suas impressões dos livros! Beijocas

Ju Budant disse...

Marcia que delícia!! Fiquei aqui babando na sua lista! Adorei o abraço nos livros, é isso aí um mega projeto para 2015. Bjs

Lolô Artesanato disse...

Que deliciaaa essa montanha de livros, ameiii
Tem alguns títulos que já li, outros que estão na minha infinita listinha de livros a ler
Seja super bem vinda ao projeto!!!
bjkasss

Leila

Papel com Art disse...

Adirei sua lista! seja muito bem-vinda ao grupo e ao projeto! bjusss Aline Alencar

Ana Luísa Hofmann disse...

Que delícia esta sua lista Marcia!!!

Estou tão feliz que você conseguiu engrenar no projeto este ano!!

Você vai encontrar muita inspiração, distração e diversão, nós vamos ganhar mais idéias criativas, e vamos estar aqui, sempre, para te dar força e ajudar quando você precisar, tanto no projeto, quanto nas 'outras coisas'! ;)

Ever! =D

Bjs e uma ótima semana!

Marcia Nogueira disse...

Já me senti mais do que bem vinda. Vocês são uns amores. Bj em todas

Patricia Dias disse...

Querida!

Que alegria ver seu blog bobando de trabalhos lindos! E ainda fazendo parte do nosso grupo de leitura. Amei sua lista e temos gostos bem parecidos. Vamos marcar um café pra comentar os livros lidos. Vai ser muito bom!
Bjs

Marcia Nogueira disse...

Vamos marcar com certeza, Pati. Estou com saudades. Bj

Ipsis Litteris disse...

Parabéns suas páginas são lindas!!!!

Lolô Artesanato disse...

Estou amando suas páginas Marcia
Espero que se resolva logo esse problema e vc possa voltar a papear com a gente no grupo
bjssss
Leila

Schaiane disse...

Parabéns Márcia, sua página de ACEDE ficou especialmente linda!

Bjus

Kátia Cris disse...

Márcia, estou encantada com cada detalhe que escolheu para cada tema. Suas páginas estão de babar. Lindíssimas!
A maioria dos livros que você leu estão na minha pequena lista interminável.
Também li Julia Quinn e achei uma leitura deliciosa, uma vez que ela criou um romance de época sem aquela linguagem complicada, com uma pitadinha de cada coisa (drama, erotismo...).
Vamos continuar lendo!
beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...